Não é Preciso ser Rico para Viajar - WORLD by 2

Não é Preciso ser Rico para Viajar

Publicado em 20 de abril de 2018

Logo que fizemos nossa primeira viagem internacional em 2010, uma das coisas que ouvimos de muitas pessoas era: Nossa, estão podendo hein! 1 mês na Europa!?!
A reação não era surpreendente, afinal éramos um casal que tinha empregos ok (aquele emprego que não é maravilhoso, mas também não paga um salário mínimo), mas que pagava casa, carro e sobrava pouco.
Sobrava muito pouco, mas o que as pessoas não entendiam (e muitas ainda não entendem) é que nossa organização financeira sempre foi impecável. (graças ao Roger, diga-se de passagem).

Nossa primeira viagem internacional - Vevey, Suíça - 2010

Somos mais uma prova de que você não precisa ser rico para viajar. Você precisa que sobre algum dinheiro, claro. Mas principalmente fazer alguns ajustes nos seus hábitos de vida e entender que depende mais de prioridades do que de dinheiro.

 Vou explicar melhor:

Viajar não precisa ser luxuoso 

Luxo tem seu preço. E se você não tem dinheiro para pagar pelo luxo, você se vira. Não estou dizendo que é necessário ficar em lugares inóspitos, mas muita gente ainda tem aquela concepção de que viajar é ficar no melhor hotel de Paris ou Nova York, pegar um voo na executiva da companhia aérea, comprar pacotes com todos os passeios do local e jantar nos melhores restaurantes da cidade. Para quem precisa economizar e não quer gastar muito em uma viagem, passa um tempão pesquisando na internet os voos e hotéis mais baratos, opta por ficar em hostel e comer nos mercados,  não se limita a países onde se gasta em dólar ou euro e sabe que os melhores momentos da viagem não são os que compramos, mas aqueles que vivemos. 

Viajar significa mudar o seu estilo de vida

Sabe aquele barzinho que você vai toda semana? Aquela pessoa que você paga para limpar sua casa toda semana? Aquele personal que você contratou? O carro do último modelo que você está pagando? Viajar é entender que você não "precisa" disso tudo, na verdade você optou por ter este estilo de vida, então é importante rever os seus gastos e dispensar o que é dispensável. “Viajar é a única coisa que você compra que te deixa mais rico”.

Viajar é prioridade

Quando não se ganha muito dinheiro mas se quer viajar de verdade, começamos a entender que com o valor de um iPhone X dá pra comprar uma passagem internacional (ida e volta) pra qualquer lugar do mundo. Prioridades. Quando você define que sua prioridade é viajar, você se vê abrindo mão de muita coisa, e de forma natural, sem nenhum efeito colateral.
Aquele plano do celular "só 20 reais a mais por mês" não fica assim tão atrativo, a hidratação quinzenal do cabelo acaba sendo feita em casa e não no salão, aquela jaqueta incrível é comparada às outras 3 que vocês já tem no armário e acaba não sendo comprada... 
Prioridades. São os amigos não entendendo porque você não quer ir naquela balada, porque você não troca esse carro por um melhor, porque você usa esse tênis a tanto tempo.

Quem quer faz, quem não quer arruma desculpa

Quantas vezes eu conversei com pessoas tentando ajudá-las a viajar mais, e sempre que eu comentava de cortarmos alguns gastos, a pessoa me dava ao menos 3 desculpas para não fazer... 
Ah, mas não dá por isso... Uhmmm mas aí não posso mexer... 
Sério? Quem quer de verdade dá um jeito, faz as unhas em casa, reveza carro com o colega de trabalho (ou até vai de ônibus), vende aquelas roupas que não servem mais...

Viajar é se organizar

Organização financeira é a palavra chave. Checar seus gastos, verificar onde vai cada parte de seu dinheiro, colocar tudo em uma planilha e depois ver o que pode ser cortado ou pelo menos, quais gastos podem ser diminuídos. 
Muitas vezes conseguimos guardar pouco, mas lembre-se que o pouco se acumula e vira muito em 1 ano. 

Juntar dinheiro não é da noite pro dia

O mais importante é lembrar da sua prioridade. Não é fácil, às vezes você tem que economizar 1, 2 anos para conseguir fazer aquela viagem internacional, mas não desanime! Tem que trabalhar, se organizar e economizar muito. É por isso que muita gente desiste no meio do caminho e compra o  tal iPhone parcelado em dez vezes...

Não vou negar que é difícil, para nós também não foi fácil no começo. Depois você se acostuma com as mudanças que escolheu fazer e a cada viagem realizada você se sente tão feliz e orgulhoso que na volta acaba optando por cortar mais gastos para poder viajar logo de novo! 
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Atualizações do Instagram