Romênia | Bucareste - WORLD by 2

Romênia | Bucareste

Publicado em 22/05/2019

Bucareste era uma incógnita para nós. Não sabíamos muito sobre a cidade ou o que esperar antes de visitar, e acho que isso é parte da razão pela qual esta cidade ainda não foi descoberta pelos turistas.
Bucareste tem muito a oferecer. De belos prédios históricos a "becos secretos" escondidos, lojas lindamente projetadas, museus peculiares, uma cena emergente de cafés e gastronomia e a vida noturna mais louca. Bucareste tem tudo, se você perguntar.
Assim como a Bulgária, a Romênia infelizmente, não é um país que as pessoas considerem um dos principais destinos europeus. Mas tenho a sensação de que isso está prestes a mudar, e espero de verdade que as pessoas consigam ver a beleza do leste europeu como vemos.

Cidade Antiga

Conhecido como Centrul Vechi (Cidade Velha), esta é a área turística mais procurada da cidade. Há pouco mais de dez anos, essa rede de pequenas ruas de paralelepípedos era uma área cheia de casas antigas deixadas para apodrecer. Atualmente, muitos desses edifícios estão sendo reformados e transformados em hotéis, restaurantes e lojas. A Cidade Velha é um dos bairros mais animados, com inúmeros cafés e bares onde os moradores são vistos nos fins de semana. Como este é um lugar turístico, a Cidade Velha pode ser um pouco cara.

Aprenda sobre o comunismo

Para ter uma idéia real do quanto o comunismo moldou Bucareste, e a Romênia como um todo, nós sempre recomendamos, no primeiro dia na cidade, ir em um passeio a pé gratuito com um guia local. O Walkabout Free Walking Tours opera em algumas cidades da Romênia e foi um tour incrível!
Fizemos o tour "Story of Bucharest' e o guia nos deu muita informação, através de séculos de história, e nos ajudou a compreender como Bucareste veio a ser a cidade que é hoje.

Foto: Arvid Olson

Edifício do Parlamento (o segundo maior edifício do mundo) 

É impossível falar sobre a história da Romênia e, de fato, Bucareste, sem discutir seu passado comunista. O enorme edifício parlamentar que foi construído durante o governo de Nicolae Ceaușescu é o segundo maior edifício do mundo (perdendo apenas para o Pentágono).
É construído em mármore romeno e é o edifício mais pesado do mundo (e também o mais caro).
Apesar de abrigar escritórios administrativos e departamentos governamentais, apenas 30% deste prédio é ocupado.

As "igrejas que se moviam"

Bucareste é repleta de igrejas (praticamente uma a cada cinco minutos de caminhada!). Mas, durante o comunismo, elas não eram assim tão bem vindas.
Nicolae Ceaușescu não queria ver nenhuma das igrejas ortodoxas quando se tratava de sua visão de Bucareste - elas simplesmente não se encaixavam com a arquitetura ou ideais comunistas. No entanto, como muitos dos arquitetos não queriam perder os edifícios antigos das igrejas, eles criaram um plano engenhoso para movê-las. Sim, movê-las!
Eugeniu Iordachescu, um engenheiro romeno, inventou um método no qual uma "bandeja" de concreto era colocada sob as fundações do prédio, a igreja era erguida com macacos hidráulicos e guinchos, e esteiras eram usadas para transportá-la ao longo de um conjunto de trilhos.
E assim até hoje é possível ver algumas das igrejas que foram movidas.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Atualizações do Instagram