Roteiro | Tailândia - 2 dias em Chiang Mai - World by 2 - Dicas de Viagem

Roteiro | Tailândia - 2 dias em Chiang Mai

Publicado em 08/05/2020

Se há um local que combina perfeitamente o antigo com o novo, a tradição com o moderno é Chiang Mai. Com mais de 300 templos dentro de suas antigas muralhas da cidade, uma abundância de deliciosos restaurantes e florestas ao redor de tudo, é fácil ver por que ele é amado pelos viajantes. Explorar Chiang Mai em 2 dias é um desafio, mas se você estiver com pouco tempo, é definitivamente possível!
viagem tailandia

Como chegar a Chiang Mai de Bangkok

A rota entre Bangcoc e Chiang Mai está bem estabelecida, assim você tem várias opções de viagem para escolher. Dependendo do seu orçamento e escala de tempo, você pode preferir um mais do que outros, mas todas as maneiras abaixo são bastante fáceis:

Pegue o trem noturno de Bangkok para Chiang Mai
Os trens partem da principal estação ferroviária de Bangkok Hua Lamphong para Chiang Mai várias vezes ao dia, o que significa que você pode viajar durante o dia, se preferir. A vantagem de viajar durante a noite é que você tem acomodação e transporte reunidas em uma taxa, economizando dinheiro.
As camas são beliches e um membro da equipe vem para montá-las e fornecer cobertores, tornando tudo super fácil. As camas têm até cortinas de privacidade.
Eu recomendo que você reserve seus bilhetes de trem com antecedência, pois eles costumam ser bastante procurados. Indicamos um site chamado 12Go.Asia, que facilita a escolha da data, hora e também do seu assento / cama. Você simplesmente paga pelo site e imprime o ingresso.

Viaje de Bangkok para Chiang Mai de ônibus
Como no trem, você pode pegar um ônibus de Bangcoc para Chiang Mai de dia ou de noite. A opção de reservar esses ingressos também está disponível no 12Go.Asia e o que é realmente útil é que você pode ver as avaliações dos ônibus e das diferentes empresas disponíveis. Viajar de ônibus é definitivamente a maneira mais barata de chegar a Chiang Mai, mas também a mais demorada! Recomendamos prestar muita atenção nos comentários, pois você não quer acabar em um ônibus sem ar-condicionado no calor da Tailândia! 

Voo de Bangkok para Chiang Mai
Bangkok tem um grande número de voos partindo diariamente para Chiang Mai; portanto, se você estiver com pouco tempo ou apenas não quiser passar 11 horas viajando em um trem ou ônibus, você tem essa opção disponível. Voar é geralmente a maneira mais cara de viajar na Tailândia, mas ainda sim voos baratos podem ser encontrados! Nós sempre pesquisamos no Skyscanner.com, pois eles comparam preços e horários de voos em várias companhias aéreas low cost. Lembre-se de que Bangkok tem 2 aeroportos, portanto, fique atento na partida.

Dia 1

Entre na Cidade Velha através do famoso Portão Tha Phae. A antiga muralha aqui já foi uma fortaleza para a Cidade Velha e foi preservada para ser visitada ainda hoje. Assim que você passar pelos portões, estará cercado por muitos restaurantes e bares. Suba a Rachadamneon Street e tome um café da manhã para um dia agitado de passeios pelos templos.
Com mais de 300 templos em Chiang Mai, você realmente tem a chance de experimentar e aprender sobre o budismo e a cultura que está verdadeiramente enraizada na cidade. Não importa em que direção você caminhe, você encontrará os templos mais incríveis e a variedade poderá surpreendê-lo. Você encontrará os templos mais opulentos cobertos com folhas de ouro, templos de madeira esculpidos e as ruínas mais fascinantes, fornecendo uma visão sobre épocas passadas.

Vamos indicar 2 templos imperdíveis na cidade e mais 2 que achamos que vale a visita:
Sem dúvida o melhor templo da cidade é o Wat Phra Singh. O templo original aqui foi construído no século XIV, e desde então vários outros edifícios foram adicionados para formar um grande complexo com vários chedis e kuti menores, onde os monges vivem. É um dos templos mais atraentes de Chiang Mai, com lindos telhados dourados, mas também um dos templos em funcionamento, como você vê os monges perambulando e há uma escola no local.
O Wat Chedi Luang, é outra atração imperdível. Um dos templos mais antigos de Chiang Mai, foi parcialmente destruído devido a um terremoto em 1545 e depois restaurado, parcialmente, pela UNESCO na década de 1990, realmente aproveitamos nosso tempo neste templo único. O templo era muito legal, mas o que mais gostamos foi a oportunidade de conversar sobre o budismo e Chiang Mai com seus monges. Todos os dias, o Wat organiza 'grupos de bate-papo com monges', onde você pode ter uma ótima conversa com eles. 
Wat Phan On - Este templo está localizado na rua Rachadamneon, então você realmente não pode perder. É sempre um local bastante movimentado e no domingo se torna parte da Walking Street. É um dos templos menores, com paredes da Cidade Velha, mas os edifícios são tão intricadamente decorados com ouro, branco e vermelho que é preciso dar uma olhada.
Wat Phan Tao - Um pouco mais adiante, na rua Prapokkloa, você encontrará o impressionante Wat Phan Tao de madeira. Este templo é feito de madeira e dentro, você encontrará o amplo salão com mosaicos, cortinas coloridas e vigas de teca impressionantes que sustentam a estrutura. Por trás, você também encontrará um Chedi dourado. Não é o templo mais popular para visitar, mas acho que vale a pena uma visita apenas para ver seu estilo único.
Se você já se encantou o suficiente com templos, saiba que Chiang Mai é o paraíso dos compradores e não há melhor coisa a fazer quando o sol se põe do que passear pelo labirinto de ruas em torno de seus mercados na cidade velha. Nosso favorito foi o bazar noturno de Chiang Mai e o Ploen Ruedee. Este mercado movimentado acontece todas as noites, com barracas começando a vender seus produtos por volta das 18:00 e fechando por volta das 23:30.
Aqui você encontra de tudo, desde arroz com manga e pad thai, a várias barraquinhas com as famosas calças com desenho de elefantes, óculos de sol, bolsas, artesanato local e até móveis!

Dia 2

É um pouco fora de Chiang Mai, mas vale a pena visitar o templo Doi Suthep. Fica a cerca de 40 minutos da cidade e você sobe cerca de 300 degraus até o templo na montanha, caracterizado por fortes detalhes em ouro e várias outras atrações ao redor. Enquanto estiver lá, você pode conversar com os monges no Centro de Budismo ou visitar a grande vila de Hmong no topo da colina. Há até algumas cachoeiras nas proximidades, para refrescar, se você quiser.
O complexo é bastante grande, então você deve levar algumas horas explorando. Você receberá um mapa quando chegar, por isso é fácil visitar todas as diferentes áreas. O templo principal é incrível e sempre ocupado com visitantes e pessoas orando e as vistas de Chiang Mai são fantásticas.
Você não pode vir para a Tailândia e não fazer um curso de culinária tailandesa. De qualquer forma, Chiang Mai é um ótimo lugar para fazer isso, já que você experimentará alguns dos pratos especiais do norte da Tailândia, como Khao Soi (sopa cremosa de curry e leite de coco), Laab (salada picante) e Sai Qua (salsicha picante).
Se você quer tentar se aventurar em casa, veja no post do blog Na Proa da Vida - Como fazer Pad Thai - o prato típico da Tailândia.

*Planeje sua viagem:

- Encontre passagens pela Passagens Promo
- Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo
- Reserve uma casa pelo Airbnb
- Já saia com internet no celular com a EasySim4U
- Encontre onde ficar com a Booking.com
- Alugue um carro com a RentCars
* Usando os sites parceiros, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog sempre atualizado!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais vistos da semana