Passagem de Saída do País - World by 2 - Dicas de Viagem

Passagem de Saída do País

Publicado em 26/08/2020

Um número cada vez maior de países ao redor do mundo está solicitando provas de saída para todos os visitantes que entram em suas fronteiras por terra, mar ou ar. Isso representa um problema óbvio para viajantes espontâneos, mochileiros e nômades digitais como nós.
Para quem viaja como nômade é muito comum não ter muitos planos. Muitas vezes nós até sabemos nosso próximo destino, mas não queremos ter uma data fixa, assim podemos ficar mais ou menos tempo no local se nós gostarmos ou não da cidade.
Então caímos nas perguntas:
“Não sei para onde vou a seguir, então não quero reservar um voo para fora do país. O que eu faço?!"
“Planejo sair por terra, mas reservarei essas viagens quando estiver no país. O que eu faço?"
“Só quero reservar uma passagem só de ida. O que devo fazer?!"
Fizemos essas perguntas dezenas de vezes por e-mail para companhias aéreas e embaixadas e confie em nós, dificilmente alguém vai te dar uma resposta diferente de: "Você deve ter uma passagem de saída do país". 
Felizmente, existem algumas soluções legais para este problema, uma das quais usamos muitas vezes sem problemas.
passagem de saída

Imagem: Freepik.com
Neste artigo, listarei 5 melhores maneiras de fornecer provas de viagens posteriores, resolvendo essa questão de uma vez por todas e permitindo que todos você entre em países sem perder muito dinheiro e sem ser deportado por não ter uma passagem de saída. 

O que é a passagem de saída do país?

Vamos começar explicando exatamente o que é a passagem de saída.
Basicamente, os países (incluindo países isentos de visto, visto à chegada e locais onde você precisa obter um visto antecipadamente) implementaram essas leis para tentar impedir que as pessoas visitem seu país com um visto de turista e nunca saiam.
Eles querem que você prove que tem meios de sair do país no final do seu visto ou de sua viagem.
Essas leis estão em vigor para evitar a imigração ilegal. Obviamente, a maioria dos mochileiros, nômades digitais e viajantes não está realmente querendo imigrar em tempo integral para esses países, está simplesmente querendo ficar por algumas semanas e depois seguir em frente.
A prova que você vai sair daquele país é normalmente mostrada na forma de uma reserva de passagem (seja de avião, ônibus, trem, etc) do país que você está visitando para outro país. Não precisa voltar para sua terra natal, simplesmente uma passagem para fora do país que você está entrando.

Quais países exigem a passagem de saída?

Acredite ou não, existem apenas alguns países que realmente exigem comprovação de viagens posteriores declarado em suas leis de imigração, mas qualquer país poderá exigir, se acharem que você pode estar querendo imigrar ilegalmente.
Alguns dos países que incluem a passagem de saída como documento a ser apresentado na imigração são: (mas não se limitam a) China, Coréia do Norte e Coréia do Sul, Nova Zelândia, Reino Unido, Estados Unidos, Filipinas, Indonésia e Tailândia.
Antes que você fique muito empolgado ao pensar que seu destino não solicitará provas de viagens posteriores, saiba que, embora não esteja em suas leis, eles provavelmente o solicitarão.
Como precaução, nóa sempre reservamos comprovantes de viagens de saída antes de viajar para qualquer país e achamos que todos os viajantes devem fazer o mesmo.

Duas companhias aéreas já nos pediram para ver a passagem de saída antes mesmo de entrarmos no avião.
Por que isso aconteceu? Atualmente, se uma pessoa é deportada, a companhia aérea que a levou até o país de destino é a responsável por levá-la de volta ao país de origem e com isso as companhias aéreas  são extremamente cuidadosas, portanto, solicitam a todos a documentação de viagem adequada.
Nos últimos anos, a maioria dos países passou a responsabilidade para as companhias aéreas que entram no país para fazer cumprir essas leis. Isso significa que, antes de embarcar no seu voo, a companhia aérea solicitará comprovante de passagem.

Nós pessoalmente achamos que você nunca deva arriscar, e como algumas das dicas deste post apresentam risco zero e custam 0, vale a pena simplesmente reservar uma passagem de saída para sua própria segurança e tranquilidade.

Por que essas leis existem?

Apesar do fato de que mochileiros, nômades digitais e viajantes de longa data desaprovam essas leis, elas têm seu valor.
À medida que as viagens se tornam mais populares, há um número crescente de pessoas que decidem viajar pelo mundo sem os meios para fazê-lo.
Quando a falta de renda leva os viajantes a trabalhar ilegalmente, ficar mais tempo que o visto permite ou a implorar nas ruas para pagar pelas viagens, isso representa um problema para as comunidades locais e a economia.
Essas leis existem para garantir que as pessoas tenham os meios para viajar dentro e fora dos países que visitam.
Qualquer tipo de viajante têm a obrigação de respeitar as leis, costumes e autoridades locais, e você nunca deve entrar em um país se não tiver os fundos para pagar pela sua estadia.
Se você estiver sem dinheiro, é melhor ir para casa, economizar mais dinheiro e continuar viajando quando tiver dinheiro para isso.

5 maneiras de comprovar que você irá sair do país

Finalmente, estamos chegando às coisas boas. Existem várias maneiras de fornecer provas de viagens de saída. Algumas são mais legítimas e seguras do que outras.
Começaremos com 2 das nossa maneiras favoritas, que nos salvou incontáveis ​​dores de cabeça e nunca nos levou a mal e, em seguida, passaremos a lista para outras maneiras que você pode usar para provar sua passagem de saída:

1. Reserve e sacrifique uma passagem barata

Se você não estiver confortável em reservar e cancelar um bilhete (vamos explicar mais abaixo), basta comprar a  passagem mais barata que encontrar.
Você pode facilmente reservar a passagem mais barata que encontrar (de ônibus, trem ou avião) e sacrificar o valor para entrar no país (às vezes há reembolsos parciais, mas no último minuto você provavelmente perderá todo o seu dinheiro).
Usamos o Rome2Rio para pesquisar a passagem mais barata para o próximo país, compramos as passagens e não usamos.
Novamente, esse método é totalmente ético e legal, pois prova que você tem meios de sair do país, exatamente o que as leis de imigração estão solicitando.

2. Planejamento

Parece bobo e óbvio, mas quando falo em planejamento, não estou querendo dizer que você deve ter sua viagem toda de 1 ano com todas as cidades de destino planejada, mas sim, seu próximo destino. Se por exemplo, você vai entrar na Tailândia, já planeje quando sairá de lá. Pronto, não precisa ter o planejamento de 6 meses pronto, apenas do destino que você está entrando.
Não é a maneira mais prática para quem gosta de mochilar sem rumo, mas com certeza é a mais fácil de não se enrolar com passagem de saída na imigração.

3. Compre uma passagem reembolsável 

Essa é a melhor maneira absoluta de fornecer uma passagem de saída para qualquer viagem de avião. Há inúmeras companhias aéreas e também sites de venda de passagens que oferecem cancelamento gratuito por 24 horas.
Você compra uma passagem horas antes de passar pela imigração, ao passar pela imigração ela estará válida e depois é só cancelar a passagem (em até 24 horas da compra) que seu dinheiro será devolvido.
Você deve ter atenção em ler muito bem as características da passagem que quer comprar e se ela é 100% reembolsável. Na dúvida, ligue para a companhia aérea ou site de reservas para tirar as dúvidas antes da compra.
Antes de reservar e pagar pelo seu voo reembolsável, você deve ter certeza de duas coisas: que a passagem tem "Cancelamento gratuito em 24 horas" e que a taxa de reserva e cancelamento é de "$ 0".
Normalmente a passagem é descontada de seu cartão de crédito e o valor é devolvido em até 30 dias do cancelamento, mas alguns sites nem chegam a creditar o valor do cartão se o cancelamento for feito em até 24 horas.
Você pode simplesmente imprimir esse bilhete, esperar até passar pela imigração no seu destino final e cancelá-lo para um reembolso total (desde que cancele antes das 24 horas).
Esta é a melhor opção, na possibilidade de que a companhia aérea ou a imigração realmente verifique o manifesto do voo para garantir que você realmente esteja no voo.
Isso é muito improvável, mas como você nunca deve mentir para um oficial de imigração, se puder, tente cancelar seu voo somente depois que passar pela imigração. Dessa forma, sua documentação é válida e você é sincero ao entrar no país.

Isso é legítimo?
Antes de adotar esse método de provar viagens posteriores, devo mencionar que é completamente legítimo e não ilegal de forma alguma. 
Essa ainda é uma maneira válida de fornecer uma passagem de saída na imigração. Como comentado, não é ilegal (até porque você pode realmente resolver usar aquela passagem e não cancelá-la). 

4. Use uma empresa de aluguel de passagens

Existem muitos serviços por aí que permitem alugar um bilhete, mas nem todos são criados da mesma forma.
Conhecemos histórias de serviços ruins que não cumpriram a promessa descrita, e como nunca usamos este método, definitivamente indicamos verificar avaliações e garantir que você esteja usando uma empresa legítima. 
Muitas pessoas usam o Onward Ticket, One Way Fly e o Best Onward Ticket com sucesso. 
Nestes sites, você basicamente aluga uma passagem que é válida por 48 horas.
Ao alugar um bilhete, você economizará tempo e dor de cabeça ao examinar longas páginas de termos e condições nos sites das companhias aéreas ou se preocupar em obter um reembolso total através da companhia aérea, além de precisar apenas fornecer seu nome completo.
O modo como funciona é que a empresa reserva um bilhete legítimo no dia do seu voo, envia o e-mail de confirmação para mostrar a imigração e cancela automaticamente o voo 24 horas depois, quando você estiver em segurança no país.
Se você não quiser se preocupar com reembolsos, políticas de cancelamento ou pagamento antecipado de passagens aéreas pesadas, essa pode ser a melhor opção para você.

5. Apenas vá

O método mais arriscado (mas que pode funcionar) é chegar ao aeroporto e tentar embarcar no voo, apesar de não ter uma passagem posterior.
Eu tenho que ser honesta, nunca fizemos isso, mas conhecemos pessoas que fazem e nunca tiveram problemas.
A questão é que já nos pediram passagem de saída mais de uma vez, então agora preferimos não arriscar e ter um estresse sem necessidade bem na hora do embarque.

Como um esforço de última hora, se você estiver no aeroporto sem a comprovação de um voo posterior e a equipe de check-in da companhia aérea não permitir que você embarque no voo, você pode dizer a eles que tem meios de sair do país.
Pergunte a eles se eles têm uma isenção de responsabilidade que você pode assinar para embarcar no voo sem passagem de saída.
Em alguns casos, a companhia aérea será capaz de imprimir um contrato para você no momento do check-in no balcão que basicamente diz que você tem meios para sair e eles são não responsável por você ou sua viagem.
Nem todas as companhias aéreas permitirão que você faça isso e nem todas as circunstâncias validarão o uso de tal contrato.

O mais importante: NÃO forje um bilhete

Se você já foi instruído por alguém para forjar um ingresso, não faça isso.
A falsificação geralmente é feita através do Photoshop dos itinerários de voo existentes, mas também existem serviços de sites que cobram às pessoas que façam isso por eles. NÃO recomendamos este método.
Se você forjar seu bilhete e entregá-lo a um oficial de imigração, estará mentindo essencialmente para o oficial de imigração e, portanto, violando a lei.
Se você está entregando um documento falsificado, já está mentindo para eles e se confirmar verbalmente que o ingresso é válido, poderá ter sérios problemas legais se for pego. Não forje documentos e nunca minta para nenhum oficial de imigração.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a tirar sua dúvida sobre passagens de saída e a aliviar algumas das dores de cabeça causadas por longos dias de viagem! Antes de começar nossa viagem pelo mundo nós tínhamos muitas dúvidas em relação a este assunto, por isso resolvi escrever este post.

*Planeje sua viagem:

- Encontre passagens pela Passagens Promo
- Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo
- Reserve uma casa pelo Airbnb
- Já saia com internet no celular com a EasySim4U
- Encontre onde ficar com a Booking.com
* Usando os sites parceiros, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog sempre atualizado!

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais vistos da semana