Argentina | Lista de Patrimônios Mundiais da Unesco - World by 2 - Dicas de Viagem

Argentina | Lista de Patrimônios Mundiais da Unesco

Publicado em 25/02/2021

A região da América Latina e do Caribe possui um rico patrimônio cultural e natural. 33 países assinaram a Convenção sobre a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural.
A Região conta com 143 bens de 28 países inscritos na Lista do Patrimônio Mundial.
Hoje vamos falar sobre os Patrimônios Mundiais da UNESCO na Argentina:

A Argentina conta com 11 bens (pesquisa em fev/21) inscritos na lista:
patrimonios unesco argentina
Foto: Hans-Jürgen Weinhardt - Local: Los Glaciares National Park, Argentina

Patrimônio Cultural

Cueva de las Manos, Río Pinturas (1999)

A Cueva de las Manos, Río Pinturas, contém um conjunto excepcional de arte rupestre, executado entre 13.000 e 9.500 anos atrás. Ela leva o nome (Caverna das Mãos) dos contornos gravados de mãos humanas na caverna, mas também há muitas representações de animais, como guanacos ( Lama guanicoe ), ainda comumente encontrados na região, além de cenas de caça . Os responsáveis ​​pelas pinturas podem ter sido os ancestrais das históricas comunidades de caçadores-coletores da Patagônia fundadas pelos colonizadores europeus no século XIX.

Quarteirão Jesuíta e Estâncias de Córdoba (2000)

O quarteirão Jesuíta em Córdoba, coração da antiga Província Jesuíta do Paraguai, contém os edifícios centrais do sistema Jesuíta: a universidade, a igreja e residência da Companhia de Jesus e o colégio. Junto com as cinco estâncias ou propriedades agrícolas, eles contêm edifícios religiosos e seculares, que ilustram a experiência religiosa, social e econômica única realizada no mundo por um período de mais de 150 anos nos séculos XVII e XVIII.

Missões Jesuítas dos Guaranis: San Ignacio Mini, Santa Ana, Nuestra Señora de Loreto e Santa Maria Mayor (Argentina), Ruínas de São Miguel das Missoes (Brasil) (1983,1984)

As ruínas de São Miguel das Missões, no Brasil, e as de San Ignacio Miní, Santa Ana, Nuestra Señora de Loreto e Santa María la Mayor, na Argentina, encontram-se no coração de uma floresta tropical. São os impressionantes vestígios de cinco missões jesuítas, construídas nas terras dos Guaranis durante os séculos XVII e XVIII. Cada um é caracterizado por um layout específico e um estado de conservação diferente.

Qhapaq Ñan, Sistema Rodoviário Andino (2014)

Este site é uma extensa rede Inca de comunicação, comércio e defesa de estradas cobrindo 30.000 km. Construída pelos incas ao longo de vários séculos e parcialmente baseada em infraestrutura pré-inca, esta extraordinária rede através de um dos terrenos geográficos mais extremos do mundo ligava os picos nevados dos Andes - a uma altitude de mais de 6.000 m - à costa , passando por florestas tropicais quentes, vales férteis e desertos absolutos. Atingiu sua expansão máxima no século XV, quando se espalhou por toda a Cordilheira dos Andes. O Qhapac Ñan, sistema de estradas andinas inclui 273 locais de componentes espalhados por mais de 6.000 km que foram selecionados para destacar as conquistas sociais, políticas, arquitetônicas e de engenharia da rede, juntamente com sua infraestrutura associada para comércio, acomodação e armazenamento

Quebrada de Humahuaca (2003)

Quebrada de Humahuaca segue a linha de uma importante rota cultural, o Caminho Inca, ao longo do espetacular vale do Rio Grande, de sua nascente no alto planalto desértico frio das terras altas andinas até sua confluência com o Rio Leone cerca de 150 km até o sul. O vale mostra evidências substanciais de seu uso como uma importante rota comercial nos últimos 10.000 anos. Possui vestígios visíveis de comunidades pré-históricas de caçadores-coletores, do Império Inca (séculos XV a XVI) e da luta pela independência nos séculos XIX e XX.

A obra arquitetônica de Le Corbusier, uma contribuição notável para o movimento moderno (2016)

Escolhidos a partir da obra de Le Corbusier, os 17 locais que compõem esta propriedade serial transnacional estão espalhados por sete países e são um testemunho da invenção de uma nova linguagem arquitetônica que rompeu com o passado. Eles foram construídos ao longo de um período de meio século, no curso do que Le Corbusier descreveu como “pesquisa do paciente”. O Complexe du Capitole em Chandigarh (Índia), o Museu Nacional de Arte Ocidental, Tóquio (Japão), a Casa do Dr. Curutchet em La Plata (Argentina) e a Unité d'habitation em Marselha (França) refletem as soluções que o Moderno O movimento procurou aplicar durante o século 20 aos desafios de inventar novas técnicas arquitetônicas para responder às necessidades da sociedade. Essas obras-primas do gênio criativo também atestam a internacionalização da prática arquitetônica em todo o planeta.

Patrimônio Natural 

Parque Nacional do Iguaçu (1984)

A cachoeira semicircular no coração deste local tem cerca de 80 m de altura e 2.700 m de diâmetro e está situada em uma linha basáltica que atravessa a fronteira entre a Argentina e o Brasil. Composto por muitas cascatas que produzem grandes jatos de água, é uma das mais espetaculares do mundo. A floresta tropical subtropical circundante tem mais de 2.000 espécies de plantas vasculares e abriga a vida selvagem típica da região: antas, tamanduás-bandeira, macacos bugios, jaguatiricas, onças-pintadas e jacarés.

Parques Naturais de Ischigualasto / Talampaya (2000)

Esses dois parques contíguos, estendendo-se por 275.300 ha na região desértica na fronteira ocidental da Serra Pampeanas da Argentina central, contêm o registro fóssil continental mais completo conhecido do Período Triássico (245-208 milhões de anos atrás). Seis formações geológicas nos parques contêm fósseis de uma ampla gama de ancestrais de mamíferos, dinossauros e plantas, revelando a evolução dos vertebrados e a natureza dos paleoambientes no período Triássico.

Parque Nacional Los Alerces (2017)

O Parque Nacional Los Alerces está localizado na Cordilheira dos Andes, no norte da Patagônia e seu limite oeste coincide com a fronteira com o Chile. As sucessivas glaciações moldaram a paisagem da região criando características espetaculares como moreias, círculos glaciais e lagos de águas claras. A vegetação é dominada por densas florestas temperadas, que dão lugar a prados alpinos no alto, sob os picos rochosos dos Andes. Uma característica altamente distintiva e emblemática é sua floresta de alerce; a árvore Alerce, ameaçada globalmente, é a segunda espécie de árvore com vida mais longa do mundo (> 3.600 anos). A floresta de Alerce na propriedade encontra-se em excelente estado de conservação.

Parque Nacional Los Glaciares (1981)

O Parque Nacional Los Glaciares é uma área de excepcional beleza natural, com montanhas escarpadas e altas e numerosos lagos glaciais, incluindo o Lago Argentino, de 160 km de extensão. Em sua extremidade mais distante, três geleiras se encontram para despejar seus eflúvios na água glacial cinza leitosa, lançando icebergs de iglu maciços no lago com salpicos estrondosos.

Península Valdés (1999)

A Península Valdés, na Patagônia, é um local de importância mundial para a conservação dos mamíferos marinhos. É o lar de uma importante população reprodutora da ameaçada baleia franca do sul, bem como de importantes populações reprodutoras de elefantes marinhos do sul e leões marinhos do sul. As orcas desta área desenvolveram uma estratégia de caça única para se adaptar às condições costeiras locais.

Fonte: site oficial https://whc.unesco.org/ - tradução por Ana Paula Castelli

*Planeje sua viagem:

- Encontre passagens pela Passagens Promo
- Encontre onde ficar com a Booking.com
- Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo
- Reserve uma casa pelo Airbnb
- Já saia com internet no celular com a EasySim4U
* Usando os sites parceiros, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog sempre atualizado!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais vistos da semana