Peru | Lista de Patrimônios Mundiais da Unesco - World by 2 - Dicas de Viagem

Peru | Lista de Patrimônios Mundiais da Unesco

Publicado em 30/04/2021

O Peru tem  12 Patrimônios Mundiais da UNESCO (pesquisa em abr/21) sendo um dos países com maior número de locais classificados como Património Mundial pela UNESCO na América do Sul. 
O país é um paraíso para amantes de história e arqueologia e vai além de Machu Picchu.
Chan Chan Peru
Foto: https://chanchan.gob.pe/

Patrimônio Cultural

Zona Arqueológica de Chan Chan (1986)

O Reino de Chimu, com Chan Chan como capital, atingiu seu apogeu no século 15, pouco antes de cair para os Incas. O planejamento desta enorme cidade, a maior da América pré-colombiana, reflete uma estrita estratégia política e social, marcada pela divisão da cidade em nove 'cidadelas' ou 'palácios' formando unidades autônomas.

Chavin (1985)

O sítio arqueológico de Chavin deu seu nome à cultura que se desenvolveu entre 1500 e 300 aC neste vale alto dos Andes peruanos. Este antigo local de culto é um dos primeiros e mais conhecidos locais pré-colombianos. O seu aspecto é marcante, com o complexo de terraços e praças, rodeados por estruturas de pedra lapidada, e a ornamentação principalmente zoomórfica.

Cidade de Cuzco (1983)

Situada nos Andes peruanos, Cuzco desenvolveu-se, sob o governante inca Pachacutec, em um complexo centro urbano com distintas funções religiosas e administrativas. Estava rodeado por áreas claramente delineadas para a produção agrícola, artesanal e industrial. Quando os espanhóis a conquistaram no século 16, eles preservaram a estrutura básica, mas construíram igrejas e palácios barrocos sobre as ruínas da cidade inca.

Centro Histórico de Lima (1988 - 1991)

Embora severamente danificada por terremotos, esta 'Cidade dos Reis' foi, até meados do século XVIII, a capital e a cidade mais importante dos domínios espanhóis na América do Sul. Muitos dos seus edifícios, como o Convento de São Francisco (o maior do seu tipo nesta parte do mundo), são o resultado da colaboração entre artesãos locais e outros do Velho Mundo.

Centro Histórico da Cidade de Arequipa (2000)

O centro histórico de Arequipa, construído em rocha silar vulcânica, representa uma integração de técnicas e características construtivas europeias e nativas, expressas na admirável obra de mestres coloniais e pedreiros Crioulos e Índios. Essa combinação de influências é ilustrada pelas robustas paredes, arcadas e abóbadas da cidade, pátios e espaços abertos, e a intrincada decoração barroca de suas fachadas.

Linhas e geoglifos de Nasca e Palpa (1994)

Localizados na árida planície costeira do Peru, cerca de 400 km ao sul de Lima, os geoglifos de Nasca e os pampas de Jumana cobrem cerca de 450 km² . Essas linhas, que foram riscadas na superfície do solo entre 500 aC e 500 dC, estão entre os maiores enigmas da arqueologia por causa de sua quantidade, natureza, tamanho e continuidade. Os geoglifos representam criaturas vivas, plantas estilizadas e seres imaginários, bem como figuras geométricas de vários quilômetros de comprimento.

Qhapaq Ñan, Sistema Rodoviário Andino (2014)

Este site é uma extensa rede Inca de comunicação, comércio e defesa de estradas cobrindo 30.000 km. Construída pelos incas ao longo de vários séculos e parcialmente baseada na infraestrutura pré-inca, esta extraordinária rede através de um dos terrenos geográficos mais extremos do mundo ligava os picos nevados dos Andes - a uma altitude de mais de 6.000 m - à costa , passando por florestas quentes, vales férteis e desertos absolutos. Atingiu sua expansão máxima no século XV, quando se espalhou por toda a Cordilheira dos Andes. O Qhapac Ñan, sistema de estradas andinas inclui 273 locais de componentes espalhados por mais de 6.000 km que foram selecionados para destacar as conquistas sociais, políticas, arquitetônicas e de engenharia da rede, juntamente com sua infraestrutura associada para comércio, acomodação e armazenamento,

Cidade Sagrada de Caral-Supe (2009)

O sítio arqueológico de 626 hectares de 5.000 anos de idade da Cidade Sagrada de Caral-Supe está situado em um terraço seco do deserto com vista para o vale verde do rio Supe. Remonta ao período arcaico tardio dos Andes Centrais e é o centro de civilização mais antigo das Américas. Excepcionalmente bem preservado, o local é impressionante em termos de seu design e da complexidade de sua arquitetura, especialmente suas pedras monumentais e suportes de plataforma de terra e quadras circulares rebaixadas. Um dos 18 assentamentos urbanos situados na mesma área, Caral apresenta uma arquitetura complexa e monumental, incluindo seis grandes estruturas piramidais. Um quipu (o sistema de nós usado nas civilizações andinas para registrar informações) encontrado no local atesta o desenvolvimento e a complexidade da sociedade Caral. 

Patrimônio Natural 

Parque Nacional Huascarán (1985)

Situado na Cordilheira Branca, a cordilheira tropical mais alta do mundo, o Monte Huascarán se eleva a 6.768 m acima do nível do mar. Os desfiladeiros profundos regados por inúmeras torrentes, os lagos glaciais e a variedade da vegetação tornam-no num local de uma beleza espetacular. É o lar de espécies como o urso de óculos e o condor andino.

Parque Nacional Manú (1987)

Este enorme parque de 1,5 milhão de hectares tem camadas sucessivas de vegetação que se elevam de 150 a 4.200 m acima do nível do mar. A floresta tropical nas camadas mais baixas é o lar de uma variedade incomparável de espécies de animais e plantas. Cerca de 850 espécies de pássaros foram identificadas e espécies raras, como a ariranha e o tatu-canastra, também encontram refúgio ali. Jaguares são frequentemente avistados no parque.

Patrimônio Misto

Santuário Histórico de Machu Picchu (1983)

Machu Picchu fica 2.430 m acima do nível do mar, no meio de uma floresta tropical de montanha, em um cenário de extraordinária beleza. Foi provavelmente a criação urbana mais incrível do Império Inca em seu apogeu; suas gigantescas paredes, terraços e rampas parecem ter sido cortadas naturalmente nas contínuas escarpas rochosas. O cenário natural, na encosta oriental da Cordilheira dos Andes, abrange a bacia do alto Amazonas com sua rica diversidade de flora e fauna.

Parque Nacional Río Abiseo (1990 - 1992)

O parque foi criado em 1983 para proteger a fauna e a flora das florestas tropicais que caracterizam esta região dos Andes. Existe um alto nível de endemismo entre a fauna e a flora do parque. O macaco-lanudo de cauda amarela, antes considerado extinto, é encontrado apenas nesta área. Pesquisas realizadas desde 1985 já descobriram 36 sítios arqueológicos até então desconhecidos em altitudes entre 2.500 e 4.000 m, que fornecem uma boa imagem da sociedade pré-incaica.

Fonte: site oficial https://whc.unesco.org/ - tradução por Ana Paula Castelli

*Planeje sua viagem:

- Encontre passagens pela Passagens Promo
- Encontre onde ficar com a Booking.com
- Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo
- Reserve uma casa pelo Airbnb
- Já saia com internet no celular com a EasySim4U
* Usando os sites parceiros, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog sempre atualizado!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais vistos da semana