12 Dicas de Viagem pela Europa - World by 2 - Dicas de Viagem

12 Dicas de Viagem pela Europa

Publicado em 09/06/2021

A primeira vez que fomos para a Europa estávamos com os olhos brilhantes e alheio a muitas coisas. Caramba, a gente nem sabia como se locomover pelo sistema de metrô. Como viajantes de primeira viagem, cometemos erros de novato, o que é muito normal. Se esta será a sua primeira viagem pela Europa, não deixe de ler também: Dicas da Europa para Quem vai pela Primeira Vez
Comia em lugares perto de atrações turísticas e começamos a viagem pelos países mais caros do continente...  
viagem europa
Depois de mais de 4 viagens pela Europa sendo que uma delas durou 9 meses, podemos dizer que agora estamos bem preparados para dar algumas dicas da Europa. Para ajudá-lo a aproveitar ao máximo sua viagem, aqui estão algumas dicas essenciais que eu gostaria de saber durante a minha primeira viagem pela Europa:

Dicas de viagem para a Europa
Evite restaurantes perto de atrações turísticas

Quando cheguei à Europa, achei muito conveniente que os menus tivessem fotos. Depois de mais ou menos uma semana, percebi que os cardápios turísticos geralmente eram imitações ruins da comida típica real (e o dobro do preço). 
Uma regra que aprendemos é nunca comer em restaurantes perto de atrações turísticas. Afaste-se do restaurante super caro em frente ao Coliseu. Se você tiver dinheiro e quiser tirar lindas fotos, vá em frente, mas se estiver com orçamento limitado e quiser algo mais autêntico, caminhe alguns quarteirões abaixo, entre em algum beco aleatório e escolha um local que tenha mais moradores locais dentro. 

Pule filas sempre que possível

Embora eu geralmente odeie planejar passeios e atrações com antecedência, para as coisas caras que você sabe que quer fazer, vale a pena reservar um bilhete com antecedência para evitar as longas filas nas bilheterias. Lugares como o Louvre, o Museu do Vaticano e o Coliseu podem ser reservados online, economizando um bom tempo. 
Há também alternativas em alguns museus que pagando uma pequena taxa você pula inclusive as filas de entrada.
A maioria dos museus tem dias de entrada gratuita, portanto, não se esqueça de verificar com antecedência antes de comprar os ingressos. 

Junte-se a tours gratuitos

Embora eu goste de fazer passeios, às vezes os acho muito turísticos, por isso gostamos dos tour gratuitos a pé. Eles normalmente duram 2 horas e nos dão o básico que precisamos saber sobre a história e cultura e também os principais pontos turísticos daquela cidade.
Isso nos deixa livre para visitar cada local com mais calma depois.

Conheça a Europa Oriental

Embora seja tão fácil se limitar a cidades e destinos conhecidos como Roma, Paris, Suíça e Grécia (eu sei porque foi isso que fizemos na nossa primeira viagem pela Europa), a Europa Oriental tem uma abundância de coisas para ver e fazer. 
A melhor parte é que a maioria desses destinos é muito acessível em comparação com os preços da Europa Ocidental. Então, sim, vá em frente e planeje sua viagem à Croácia para ver o deslumbrante Parque Nacional dos Lagos de Plitvice. Vá aos incríveis bares ruínas de Budapeste e experimente as belas atrações de Praga.

Use sites para comparação de preços de transportes

Todos os dias, ainda fico maravilhado com a forma como a tecnologia continuamente torna as viagens mais baratas e acessíveis. Uma das minhas dicas favoritas ao encontrar transporte é usar sites de comparação para ajudá-lo a conseguir o melhor negócio. Durante nossa viagem à Europa, confiamos muito no Rome2Rio, um aplicativo que você pode usar para comparar preços de ônibus, voos e trens.
Neste mesmo tópico, eu incluiria: Use UBER! Com o aplicativo você já sabe exatamente quanto vai pagar pela corrida e pode pagar com um cartão, sem correr o risco da corrida ficar muito mais cara que o previsto ou você acabar pegando um taxista desonesto que te dá o troco em notas falsas.
Não deixe de ler: Como se locomover na Europa

Não troque dinheiro no aeroporto

Nunca use balcões de câmbio localizados em aeroportos. Eles geralmente têm taxas de câmbio horríveis e são uma fraude completa. Em vez disso, fale com seu banco e informe que você usará seu caixa eletrônico em um país estrangeiro. Fazer isso é muito importante, pois você não quer que seu banco suspenda seu cartão devido a atividades irregulares. Se você quiser ir um passo adiante, procure cartões que não cobram nenhuma taxa de caixa eletrônico. 

Compre em mercados

Para quem viaja com um orçamento apertado, os piqueniques são a melhor opção. Vá a uma mercearia local, compre pão, queijo e uma garrafa de vinho e pronto! Você terá uma deliciosa refeição. 
Já fizemos muitos piqueniques enquanto contemplava algumas das melhores vistas do mundo! Comemos em frente a Torre Eiffel, a Torre de Pisa, sentados perto dos canais de Amsterdã...

Aprenda o básico da língua

Onde quer que eu vá (e já viajamos muito), não deixo de aprender pelo menos o básico: Bom Dia, Por favor e obrigado. Aprender o idioma (ou pelo menos aprender a usar o Google Tradutor) irá ajudá-lo em situações complicadas. 
Embora a maioria das pessoas nas grandes cidades fale inglês, ainda assim não fará mal a ninguém se você puder falar algumas palavras na língua delas. Soa educado da sua parte.

Use as companhias aéreas econômicas

Ir do ponto A ao ponto B na Europa nunca foi tão fácil (e barato). Faça uso das famosas low cost  - companhias aéreas de baixo custo e economize muito tempo e dinheiro. Se você estiver viajando com pouca bagagem (apenas bagagem de mão), as companhias aéreas de baixo custo são enviadas do céu. Easy Jet e Ryan Air e apenas dois exemplos dos muitos fornecedores que voam por toda a Europa por quase nada.

Traga uma garrafa de água com você

Muitos restaurantes não cobram pela água, mas na dúvida, sempre tenha com você uma garrafinha com água. Você economizará muito dinheiro se reabastecer sua garrafa antes de sair. 
Se for para a Europa no verão você vai agradecer ter uma água por perto, pois essa estação pode ser muito intensa por lá.
No aeroporto então nem se fala: Passe pela área de segurança com sua garrafa vazia e então encha-a após passar pelo raio-x.

Use um calçado adequado

Embora fazer as malas para a Europa possa ser complicado, uma das coisas mais importantes a se considerar é trazer o calçado certo. Você caminhará por longos períodos de tempo, portanto, não apenas seu calçado deve ser confortável, mas também capaz de caminhar em todos os tipos de terreno. Ruas de paralelepípedos, caminhadas curtas e por cidades movimentadas. 
Tênis para o calor e botas para o frio são nossos calçados preferidos

Como comidas típicas

Sempre que estou em uma nova cidade, faço questão de comer a comida local. Prefiro apoiar lojas e restaurantes familiares locais em vez de grandes redes. 
Resista ao impulso de comer o que lhe é familiar ou passar a viagem toda comendo fast-food. Em vez disso, coma como os habitantes locais. 
Você pode ate não gostar de tudo, mas pelo menos você tentou! Parte da diversão de viajar é provar novos sabores e experimentar coisas novas. Uma vez, tentamos que comer arenque cru na Holanda. Embora eu odiasse e mal conseguisse engolir (Rogério ainda conseguiu comer), estou feliz por ter tentado.

Esperançosamente, essas dicas deram a você ideias sobre como economizar tempo e dinheiro para ajudá-lo a planejar uma viagem épica. Lembre-se de aproveitar a experiência e aproveitar ao máximo cada momento.

Veja também


*Planeje sua viagem:

- Encontre passagens pela Passagens Promo
- Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo
- Reserve seus passeios com a Get your Guide
- Encontre onde ficar com o Airbnb ou com a Booking.com
- Já saia com internet no celular com a EasySim4U
* Usando os sites parceiros, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog sempre atualizado!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais vistos da semana